professors-1-on-1-online-tutor-5.jpg

ATENDIMENTO INDIVIDUALIZADO

AO ALUNO NO EXERCÍCIO

DA PRODUÇÃO

DE TEXTO

INÍCIO

QUEM SOU EU

ESCOLHA SEU CONTEXTO

BLOG

CONTATO

b3ccd57b054a73af1a0d281265b54ec8.jpg
person-male.png
GSSG.png
RTGJR.png
Logo comtexto_Prancheta 1.png
eu-linda.GIF

Claudia Regina

Professora

A COMTEXTO é a realização de um sonho: trabalhar com o atendimento individualizado ao aluno, no exercício da Produção de Texto.

De forma  técnica e humanizada, nosso objetivo é atender as reais necessidades do aluno a partir do contexto que esse nos apresentar. Para tanto, trabalharemos metodologias específicas para auxiliá-lo, ouvindo suas dificuldades, detectando seus entraves para, juntos, buscarmos a melhor forma de superação.

Sabemos que para atingir a aprendizagem significativa é preciso reconhecer a diversidade de vivência pessoal e social de cada aluno. Assim, para nós, o resultado não é apenas uma nota, um conceito, mas a certeza de que houve a real  compreensão de conteúdos com qualidade e práticas pontuais para seu desenvolvimento.

​ 

É fato que produzir uma redação exige técnica, mas também exige autonomia ou, como dizem as bancas de vestibulares, “indício de autoria”. Escrever exige senso crítico e reflexão, exige manuseio criativo da palavra. Escrever exige “mais transpiração que inspiração”. Tudo isso é possível encontrar em um bom curso de redação.

 

Porém, os princípios da pedagogia nos ensinam que a aprendizagem é um fenômeno e, como tal, nem todos aprendem da mesma maneira em função de algumas experiências ou condições socioemocionais. Aliado a isso, muitos alunos trazem consigo dificuldades apontadas pela neuropedagogia como transtorno de déficit de atenção (TDA), autismo, dislexia, disgrafia,  etc.  Desta forma, não se pode dizer que todos aprendem da mesma forma um determinado conteúdo e identificar isso - e saber lidar com isso - é fundamental para que se chegue, efetivamente, à construção dos saberes e à autonomia do pensar para compreensão e produção de textos. 

 

Pensando no contexto de cada indivíduo e na subjetividade da criação de textos, enquadrar alunos a partir de uma única metodologia ou pelo simples cumprimento de conteúdos, que se amontoam pela exigência de grades curriculares, é condenar as crianças e os jovens à automação, ao senso comum, ao ser robótico ou à invisibilidade intelectual.

 

Para muitos, compreender essa diversidade no processo de ensino-aprendizagem é uma utopia. Para outros, um sonho. Hoje, para a COMTEXTO, é uma realidade.

Seja bem-vindo!

Aqui o seu contexto nos interessa.