UNESP 2022


Com base nos textos apresentados e em seus próprios conhecimentos, escreva um texto dissertativo-argumentativo, empregando a norma-padrão da língua portuguesa, sobre o tema: “Tudo bem não estar bem”?:

A tristeza em tempos de felicidade compulsória








DICAS TÉCNICAS:


  1. Releia o tema "traduzindo cada uma das palavras" (por mais simples que sejam). Você sabe o que é "compulsória?

  2. Responda a pergunta: Não há resposta errada. Você pode dizer que sim, tudo bem em não estar bem. Ou pode responder que não, não está bem não estar bem. O que vale aqui é você ter compreendido a pergunta e ter uma opinião.

  3. Relacione a sua resposta a segunda parte do tema: como você vê a tristeza em tempos de felicidade compusória? Talvez sua opinião já seja uma justificativa para esse próprio questionamento.

  4. Busque motivos para que isso ocorra. Isso levará você, inevitavelmente para a mais reflexão e busca de repertórios.


Em busca de repertório para relacionar com sua opinião.


PSIQUIATRIA

Considerando que você acredite que "tudo bem em não estar bem", você pode considerar que a tristeza é inerente ao Ser do humano. Apenas uma pessoa que sofre do transtorno de despersonificação (impossibilidade de sentir emoçoes) não sentirá tristeza.


FILOSOFIA

A discussão da felicidade (e o estudo dela) remonta a Grécia antiga e segue por toda história da humanidade: Platão, Aristóteles, Epicuro, Sêneca,Agostinho e Tomás de Aquino, com repercussões na modernidade por meio de Montaigne, Espinosa, Kant, Schopenhauer e Nietzsche. Você conhece como esses filósofos tratavam do tema?


Em “Ética a Nicômaco”, Aristóteles defende que a felicidade é a finalidade das ações humanas.

John Locke (1632/1704) e Leibniz (1646/1716), na virada dos séculos 17 e 18, identificaram a felicidade com o prazer, um “prazer duradouro”.

Alguns décadas depois, o filósofo iluminista Immanuel Kant (1724/1804), na obra “Crítica da razão prática” definiu a felicidade como “a condição do ser racional no mundo, para quem, ao longo da vida, tudo acontece de acordo com o seu desejo e vontade”.

"Ninguém pode ser feliz o tempo todo. Isso seria uma insanidade e poderia gerar um stress na nossa capacidade mental." (Mario Cortella)



LITERATURA


Admirável Mundo Novo, de Aldous Huxley (1930), nesse romance distópico, o autor fala de uma pílula que leva o homem daquele "novo mundo" a um estágio de entorpecimento contra a melancolia, sentimento visto como a dos primatas.

Em recente entrevista, o escritor francês, Pascal Bruckner, assim respondeu sobre a massificação da felicidade: "A mudança ocorreu nos anos 1960 e 1970, quando o sistema econômico tornou-se subordinado a nossas satisfações. Foi o momento em que o capitalismo tornou-se um sistema hedonista: tínhamos não mais que produzir, mas consumir, e isso é exatamente o que explica por que a felicidade se tornou uma obrigação." - Se quiser ler mais, siga última fonte a baixo.

SOCIOLOGIA


O capitalismo passa a "vender" a ideia de que quanto mais se consome mais satisfação, quanto mais satisfação , o homem se aproxima da felidade.


Industria cultural: a cultura de massa servindo aos ideias capitalistas (filmes, quadros, música) passam a massificar a ideia de que todos podem alcançar a satisfação.


ATUALIDADES


Redes sociais , entre elas, o instagram há culto à perfeição. Aqui, o ponto mais importante de argumentação uma vez que o tema pede uma discussão volta à socuedade contempôranea que parece não aceitar a tristeza. Desistência da gisnasta Simone Biles nas últimas olímpiadas mais uma vez acende a discussão sobre a necessidade de (não) suportar a pressão de que tudo está bem quando não está. Esses são alguns dos caminhos que você pode escolher como apoio para elaboração de seu texto. Seguem alguns vídeos para você assistir para maior reflexão sobre o tema e , enfim, produzir sua redação. Não deixe de ver, ao menos esse primeiro sobre a "Ditadura da Felicidade": absolutamente relacionado ao tema. Não foi possível fazer upload https://www.ted.com/talks/leila_ferreira_a_alegria_de_poder_se_sentir_triste










Fontes:


https://educacao.uol.com.br/disciplinas/filosofia/filosofia-e-felicidade-o-que-e-ser-feliz-segundo-os-grandes-filosofos-do-passado-e-do-presente.htm


https://www.onaciohttps://educacao.uol.com.br/disciplinas/filosofia/filosofia-e-felicidade-o-que-e-ser-feliz-segundo-os-grandes-filosofos-do-passado-e-do-presente.htmnal.com.br/cotidiano,1/2018/12/29/o-que-e-felicidade,88529


https://gauchazh.clicrbs.com.br/porto-alegre/noticia/2014/10/Filosofo-Pascal-Bruckner-diz-que-o-culto-contemporaneo-a-felicidade-tornou-a-dor-insuportavel-4623482.html





































3 views0 comments

Recent Posts

See All